9 lugares originais para conhecer em Sorocaba!

Uma das dúvidas que mais ouvimos no dia a dia é “vocês que sabem o que rola na cidade, onde indicam levar um@ amig@ que tá vindo pra cá?“. E apesar de não ser nossa expertise os reviews de lugares bacanas (e justamente por isso, não há nenhum anunciante nesse post), essa seleção vale muito a pena, principalmente pelo #SupportYourLocalBusiness! De um ponto a outro, dá até pra ir a pé, descobrindo que Sorocaba é muito mais divertida que imaginamos.

 

COMPLEXO MOFO
Rua Eugênio Rabelo, 74

Pense num lugar que junta estúdio musical com espaço de coworking e uma cozinha pronta para suas pirações masterchefísticas . Este é o Complexo Mofo, que de simples não tem nada e ainda consegue juntar uma galera muito criativa todos os dias.

Inaugurado há pouco tempo (22.07.16), suscita a circulação de ideias e deixa a gente com vontade de “quero morar aqui“. Funciona das 10h às 22h durante a semana e está sempre aberto para as suas ideias.

Abaixo, o registro da inauguração do CMPLX, que teve pocket show de João Leopoldo e Diego Moraes. O áudio também foi gravado ao vivo durante o show:

 

GALPÃO DUCA!
Rua Duque de Caxias, 192
Galpão Duca
A 1,5km do Mofo e na mesma pegada do espaço que congrega várias ideias e manifestações artísticas, o Galpão Duca!, inaugurado em 2015, junta um dos mais destacados estúdios de tattoo da cidade, o Time Flies, com a My Mobb, loja de móveis de design e mimos pra casa e a Urban Arts Sorocaba, galeria de arte que dá um super apoio para a cena artística local. Em seu mezanino, publicitários, fotógrafos, arquitetos e até uma editora especializada em livros para o público GLBTT dividem o coworking.

No galpão, sempre acontecem eventos com food trucks, artistas expondo/grafitando/criando ao vivo, bandas, flash tattoo e muito mais. Mas independentemente dos eventos, vale levar @ amig@ “estrangeir@” pra conhecer! Em horário comercial.

 

MI CASA HOSTEL & ETC
Rua Brigadeiro Tobias, 627
Mi Casa Hostel & Etc
E quando não dá pra hospedar @ amig@ na sua casa? Leve-@ pra conhecer o 1º hostel da cidade amarela, o Mi Casa! Ponto de encontro dos artistas da cidade com os que viajam para se apresentar aqui (entre eles, o mutante Sergio Dias), o Mi Casa também sedia eventos colaborativos, saraus, é palco de debates políticos e, semanalmente, promove a Terça Orgânica, com feira de produtos orgânicos e workshops.

 

FRANKIE & JAY
Rua Pandiá Calógeras, 443
Frankie & Jay
Daí, andando mais 1km , chegamos ao Frankie & Jay, bar/casa noturna com loja de vinis e livros que tem, com certeza absoluta, uma das melhores cozinhas da cidade. Os pratos criados vão da tradicional porção de batatas melhorada (3 cortes diferentes de batata, com 3 molhos deliciosos pra dipá-las) ao steak tartare e hambúrgueres deliciosos. Nas terças, rola um Quiz Musical, quando as mesas disputam seus conhecimentos musicais valendo o prêmio da noite e até a conta paga (para quem acerta a One Million Question). A casa funciona de terça a domingo, a partir das 18h.

 

LUCKY FRIENDS
Rua Francisca de Queiroz, 301

E voltando ao Mangal , vamos conhecer o Lucky Friends, casa em estilo americano que junta barbearia, loja de roupas kustom, bar e o Lucky Wings, restaurante red neck especializado nas asinhas de frango fritas com molho barbecue. Durante a semana, ainda fazem especiais de hamburger na grelha onde você mesmo monta seu sanduíche e, dando sorte, pega uma noite com a churrasqueira acesa, assando costelinha suína e frango sentado na cerveja. Nas manhãs de sábado, serve O MELHOR CURA-RESSACA DA CIDADE!!

Mas além do rango, o melhor do Lucky Friends é a sensação de ter voltado a 1955, em Hill Valley (para os nerds haha). No vídeo abaixo, que registrou o 3º Lucky Day, dá pra sentir um pouco como é esse espaço absolutamente autêntico cravado no coração da cidade.

 

OLD KICK KUSTOM BAR
Rua Hermelino Matarazzo, 64 (embaixo do viaduto)
Old Kick Kustom Bar
Monte aqui na garupa e, seguindo pela trilha da Kustom Kulture , chegaremos ao Old Kick, oficina de customização de motos e carros que virou bar também há pouco mais de 1 ano. Shows de rock, clima de graxa e cromado em todos os detalhes e mais uma cozinha espetacular, comandada pelo chef Victor Ramos (que também criou o cardápio do Frankie & Jay e do finado La Paz).

No 2º domingo de cada mês, também promovem em conjunto com bares, lojas e motoclubes o Sunday Kustom Meeting, mais um evento que reúne famílias apaixonadas pelo som dos motores e das guitarras, vindas de várias cidades da região.

 

ASTEROID
Rua Aparecida, 737
Asteroid, em Sorocaba
Basta virar uma esquina e chegamos na rua Aparecida, novo polo da diversão em Sorocaba desde a abertura do Asteroid, em 2009. Fruto do retorno dos integrantes da banda Wry à cidade de origem após uma temporada de 8 anos em Londres, o Asteroid se tornou uma das principais casas da música independente do Brasil em pouquíssimo tempo.

Shows, festivais, festas temáticas, feira de discos, karaokê indie e até um bloco de carnaval rock estão entre as várias atrações da casa. Vale a pena assinar as notificações de eventos da página pra saber de tudo o que rola com antecedência. E levar @s [email protected] pra curtirem a pista até 6h da manhã!

 

LITTLE PAUL
Rua Mascarenhas Camelo, 754
Little Paul
Bem do ladinho e parceiro do Asteroid em várias iniciativas, está o “decadenteLittle Paul, um galpão sem nada diferente pra quem vê de fora, mas com muito carisma e coração nos detalhes, do lado de dentro! Cerveja barata, espetinhos, festas temáticas, Harleys, barbas cerradas e muita gente bonita afim de se divertir, provando que o sucesso está na autenticidade, não na quantidade de dinheiro que o empreendedor coloca no bar.

Autenticidade, aliás, é o tema principal desse texto. Todos listados aqui são únicos em suas propostas, tem empreendedores jovens no comando e focam na criatividade para se manter, colaborando um com o outro, sem medo de concorrerem. Nem medo das cópias.

 

BEBO SOCIALMENTE
Av Antonio Castanharo, 625
Bebo Socialmente, na cervejaria Bamberg
Daí, tomamos o caminho de Votorantim para chegar na Bamberg, a cervejaria do bairro que também é a brasileira mais premiada internacionalmente! Um sábado por mês, abrem as portas e torneiras da cervejaria, chamam empreendedores para garantir o rango do público, trazem bandas e DJs para movimentarem a tarde e promovem o Bebo Socialmente! Boa comida, chopp barato, música e a certeza de estar comprando e consumindo de produtores locais!

 

São muitos os espaços que valem a pena levar @s [email protected] na cidade. Destacamos aqui os que têm a originalidade e juventude como principal motor. Se cnhecer mais lugares com esses diferenciais e quiser sugerir, vamos aumentando esta lista!

Como são produzidas as bebidas alcoólicas?

Há algum tempo, o pessoal do WineBags.com criou este infográfico divertido e didático sobre o processo de produção de vários tipos de bebidas, dos fermentados aos destilados.
Manjamos apenas da produção da cerveja, mas dá pra ter uma ideia bem bacana das demais:

Infográfico mostra como são feitas diversas bebidas

Agora, acompanhe o processo de produção da tequila neste vídeo do Jacaré Banguela:

5 pratos que não deveriam existir

Pela primeira vez, deu certo de participarmos dos temas do ROTAROOTS. E fomos direto nos 5 PRATOS PARA QUEBRAR EM 2014.

Como a proposta do tema lá é falar de mudanças, de novas metas, buscando o que é legal e deixando pra trás o que não nos acrescenta, vamos listar, com bom humor, os nossos 5 PRATOS QUE PODERÍAMOS ESQUECER EM 2014:

 

1. Inception Food

Pão de spaghetti: que ideia maluca é essa?
Pão de spaghetti: que ideia maluca é essa?

Só com essa seção de comida dentro de comida já lacraríamos nosso post. Porque, cá entre nós, há uma razão plausível para criar uma “Pizza de Strogonoff“, além da zoeira de ver as pessoas tentando comer um recheio que escorrega da massa, coberto de batata palha?

Além dessa, temos o clássico pastel de pizza, que se diferencia do pastel de bauru pela presença do orégano (pelo menos nas feiras daqui), mas nada, realmente NADA se compara ao chopp de vinho! Qual é a absurda razão que faz uma pessoa pegar um vinho suave de péssima qualidade e servi-lo na pressão?

 

2. Torre de chopp

por que torre de chopp?
Coloque a pet de 2 litros, um suporte de água mineral e encha de cerveja quente!

E já que estamos falando de ~chopp~, tentamos entender os por quês de se colocar 5 litros de cerveja dentro de um tubo de plástico com torneira e levá-lo pra uma mesa de praça de alimentação, onde a bebida vai esquentar e ser mal servida, causando má impressão em todos que passam ao redor.

Não conseguimos achar motivo plausível, nem mesmo a economia com relação a cervejas de garrafa.

 

3. Cerveja de milho

cerveja de milho
Quando quero suco de milho vou na Geleia Real!

Quando, às vezes, me perguntam “Tiago, qual a melhor cerveja que existe?” eu sempre prefiro responder que é aquela que você gosta. Porque, realmente, o que me agrada pode não te agradar (e isso já rolou, como na vez que indiquei a um amigo que mal conhecia cervejas, que bebesse a Vixnu. Para mim, essa Imperial IPA é deliciosa, mas ele odiou. Com razão).

Mas já que podemos abusar neste post, não há por que as cervejarias usarem cereais não-maltados na produção das cervejas. As que estamos acostumados a beber aqui no Brasil levam bastante milho. A Bud, leva arroz.

Então, já que não abastecemos o carro em postos clandestinos, por que beber cerveja que não é cerveja?

 

4. X-Tudo

Pizzaria bate papo
Nham!

Nós sabemos bem que todo bairro ou cidade tem aquela lanchonete/trailer/carrinho que conquista a clientela com os sanduíches gigantes, lotados de ingredientes, feitos praticamente juntos na mesma chapa. E que costumam ser deliciosos! haha

Mas por que pegar o cardápio de 50 itens, fritá-los e encaixá-los todos no mesmo lanche, apertado na prensa pra que caiba na boca, onde não se distinguem os sabores?

Hamburger + filé de frango + calabresa + bacon + ovo frito + presunto + milho + ervilha + purê + batata palha + tomate + alface + maionese + catchup + mostarda + mussarela derretida e catupiry, pra valer o X no nome!
E uma mea culpa: morro de vontade de conhecer a Pizzaria Batepapo! hahaha

 

5. Qualquer prato gourmet

raio gourmetizador
Com o raio gourmetizador, a tapioca se transforma em…

Um dos motivos do Gourmet de Araque existir é a vontade de resgatar os bons momentos em volta da mesa, em casa com amigos e família, com comida de verdade.

E a moda recente de colocar gourmet em tudo é uma grande bobagem, porque segue o caminho contrário, como se a delícia de um prato estivesse no fato dele ser caro e servido em pequenas porções, com nariz empinado e voz empolada, falando petit gateau petit gateau petit gateau.

Brigadeiro gourmet não passa de um brigadeiro comum feito com chocolate dos frades ao invés de Toddy; Hamburger gourmet é só o hamburger feito da forma correta e não comprado congelado em caixas enormes; Cupcake é só um bolinho que passou pelo salão de beleza. E outros exemplos abundam, do boteco ao food truck.

 

Quer dar mais exemplos de pratos que não precisariam existir? Comente aqui no site lá em nossa fanpage!

Ervilhas e bacon. E também um macarrãozinho

Naquela hora em que a preguiça é maior que a fome, nada melhor que aproveitar o que tem na geladeira pra fazer um prato rápido e saboroso. Essa receita é assim: Juntando ervilhas e bacon, sai um prato incrível!
Ingredientes para ervilhas e bacon e um macarrãozinho

INGREDIENTES
• 250g de macarrão
• 100g de bacon
• 1 cebola grande
• 3 dentes de alho
• 180g de tomate cereja
• 1 lata de ervilha (ou a mesma qtde em ervilhas frescas)
• 1 pimenta dedo de moça
• 2 cubos de caldo de frango caseiro (receita em breve)

Lombo de panela inspirado na TV

Todo mundo que curte cozinhar, certamente também adora assistir a programas de culinária. Com a gente não é diferente. Tanto que nossa “grobo” é o GNT, com seus chefs e programas variados. Daí, assistindo ao episódio do Cozinheiros em Ação em que o desafio era criar um prato usando uma peça de copa lombo, nos animamos em fazer a nossa versão!

Temperos para o lombo de panela
Peça de copa lombo

INGREDIENTES
Carne
• 1 peça de copa lombo com 1,5kg
• 2 limões
• 1 maço de sálvia fresca
• 1 maço de alecrim fresco
• 4 folhas de louro
• 5 dentes de alho
• 1 pedaço generoso de gengibre
• Pimenta do reino moída na hora
• sal a gosto

Molho
• 4 cebolas médias
• 2 pimentões (vermelho e amarelo)
• 1 maço de cebolinha fresca
• 1 ou 2 pimentas dedo de moça
• Sal a gosto

Macarrão ao pesto

Pesto: Uma daquelas receitas perfeitas para um almoço preguiçoso, quando não se tem vontade de preparações complicadas. Além de ficar pronto em menos de 10 minutos, custa menos de 10 reais!

Ingredientes para o macarrão ao pesto

INGREDIENTES (para 2 porções generosas):
• 200g de macarrão (aqui, utilizamos o Tivva sabor original)
• ⅔ de um maço de manjericão
• 3 dentes de alho
• 50g de queijo parmesão ralado
• 50g de castanhas
• azeite
• sal (se necessário)

PREPARO
1. Coloque uma panela no fogo com pelo menos 2 litros de água e um fio de azeite. Assim que abrir fervura, despeje o macarrão e marque 7 minutos de cozimento.

2. Num processador, coloque todos os demais ingredientes:
141106-pesto-gourmetdearaque2

3. Bata tudo e prove o sal. O ponto ideal do molho é quando as diferentes texturas não se misturam. Então, não precisa bater tanto.
141106-pesto-gourmetdearaque3

4. Verifique o ponto do macarrão. Se já estiver al dente, escorra.

5. Despeje imediatamente nos pratos e distribua o pesto por cima da massa. Se curtir misturar tudo, essa é a cara da sua refeição:
141106-pesto-gourmetdearaque4

DICAS
• O pesto é servido frio, mesmo. O calor do prato vem da massa. Por isso, vale ficar atento ao tempo de preparo, porque é tudo realmente MUITO rápido.
• Cuidado com o sal, porque o parmesão já é salgado e o alho, picante. É possível que você nem precise usá-lo.

No verão, a melhor bebida é o frozen!

Nesse calor de hoje em dia, ou você se refresca na piscina ou com bebidas! Daí, essa receita cabe bem pra toda festa com amigos, piscina e bebidas: um frozen refrescante, que anima todo mundo!

Aqui em Sorocaba, durante 25 anos, um bar foi destaque na noite pelo seu cardápio único: Arara Aurora! Lá, descobrimos a Cuca Loca, versão original da receita de hoje.

INGREDIENTES
• 1 limão
• 1 pedaço de gengibre (licença poética que fizemos sobre a receita original)
• 5 colheres de sopa de açúcar
• 6 doses de vodka
• gelo até dar o ponto do frozen

Ingredientes do frozen de limão e gengibre

Faça um macarrão ao alho e óleo delicioso em menos de 15 minutos!

Decidimos postar esta receita simples e rápida de macarrão ao alho e óleo porque, ontem, recebemos aqui na cozinha do Gourmet de Araque, uma caixa da Tivva com pacotes de sua massa saudável em 5 sabores diferentes!

Daí, para apreciarmos melhor o sabor da massa, optamos por um molho delicioso e muito fácil, que qualquer um consegue fazer. Quer dizer, QUASE qualquer um:
na época da faculdade, cozinhávamos esporadicamente na república. E numa noite, chego na cozinha e encontro no fogão uma panela de água fervente, com 3 dentes de alho inteiros lá dentro. Perguntei a um amigo se era chá contra gripe, mas me respondeu que estava preparando um macarrão ao alho e óleo!!

Passado o susto, decidi fazer a massa do meu jeito, como segue neste post:
Ingredientes para um delicioso macarrão ao alho e óleo

Apoie o Girls Rock Camp Brasil

Este é um daqueles posts atípicos no Gourmet de Araque. Mas decidimos apoiar ativamente essa campanha, porque a iniciativa é INCRÍVEL!!

Aqui em Sorocaba, desde 2013 acontece o Girls Rock Camp, um acampamento de meninas que trabalha a música como forma de promover a auto-estima e gerar empoderamento infanto-juvenil. Uma de nossas sobrinhas participa desde o início do projeto e os ganhos são que a experiência proporciona são claríssimos!

Então, estamos participando com doações e pedimos a você, que acredita na força do rock, para doar também!

A campanha de crowdfunding acontece pelo CATARSE. Para saber mais sobre o GRCBR, assista ao vídeo abaixo:

Gourmet Visita: Cervejaria Happy Brew

Continuando o convite feito pelo Hangar 51 para visitar as cervejarias presentes no Rocktobierfest, fomos até a Happy Brew, na zona industrial de Sorocaba!

E se a Bamberg representa a nova cerveja brasileira, com ingredientes de qualidade e prêmios internacionais, a Happy Brew vem pra mostrar a força do cervejeiro caseiro, que cria ótimas cervejas, a ponto de começar a produzi-las em larga escala!

Rótulos da Happy Brew, na caixa especial da cervejaria

Como nos contou o proprietário, Bruno Cenci, a HB começou no quintal de sua casa, com equipamentos capazes de brassar apenas 20 litros por vez e muita experimentação nas receitas. Essa ousadia, comum a todo novato, gerou ótimas cervejas, que passaram a fazer sucesso nas festas e, consequentemente, nos bares amigos que recebiam seus barris. Até o ponto em que a demanda aumentou consideravelmente e o hobby virou negócio, com a necessidade de investimentos em maquinário e instalações de médio porte.

Cerveja da Happy Brew sendo envasada pelo método manual, direto da chopeira para a garrafa, onde se mantém viva.

A Cervejaria, hoje, tem capacidade para produzir 11 mil litros de chopp (servidos nos barris ou nas novas garrafas, onde a cerveja se mantém viva, sem pasteurização e com muito mais frescor), divididos entre seus 4 rótulos:

• Happy Pilsen
German Pilsner bem suave e aromática, leva os maltes Agrária e Weyermann na receita, além de não ser filtrada, o que a torna mais turva e saborosa. Como contraponto às pilsens tradicionais, é uma boa pedida!

Malte direto da sala de moagem, na Cervejaria Happy Brew

• Happy Wit
As cervejas Witbier estão entre as mais refrescantes mundo afora! Não é meu estilo favorito, por levar trigo na receita, além da cevada, mas é das mais indicadas para aplacar o calor dos últimos dias. A da HB também é mais turva, tem baixo ABV (teor alcoólico) e tem aroma frutado cítrico, pela presença da casca de laranja e coentro na receita. Provei-a direto da “teta da vaca” e é deliciosa.

• Cara Vermelha
Esta Vienna Lager é uma das cervejas preferidas do público da Happy Brew, pela sua cor avermelhada, aroma floral e corpo médio. Vale a pena conhecê-la, pelo diferença que traz ao paladar acostumado com as cervejas tradicionais. Certamente, será uma das mais consumidas na Rocktobierfest!

• Surkba Pale Ale
Agora, chegamos ao meu estilo preferido: IPA! Lançada há pouco menos de um ano, a Surkba (pronuncia-se “surcaba”) é a aposta da Happy Brew no universo das Indian Pale Ale. Já conhecida da galera que frequenta o Hangar 51, tem no amargor do lúpulo seu trunfo, ainda mais quando tirada direto do tanque, como na foto:
Chopp Surkba, da Happy Brew, saindo direto da teta da vaca

Agora, é hora de escolher a sua preferida! Se quiser saber mais, leia também nosso post sobre a Cervejaria Bamberg!